Uma das imagens desse dia 17 de janeiro de 2018. Uma das imagens desse dia 17 de janeiro de 2018. Foto: WSL/Andrey Karr

Itens relacionados

quinta, 08 fevereiro 2018 12:28

Basco Axi Muniain põe em causa onda de Hugo Vau

A polémica está instalada no mundo das ondas grandes… 

  

A polémica está instalada. As declarações do basco Axi Muniain ao jornal espanhol El Confidencial são, no mínimo, incendiárias e revelam pouco “fair-play”, nomeadamente, na onda que o português Hugo Vau apanhou no passado dia 17 de janeiro e que se diz ser uma das maiores de sempre, possivelmente com mais de 30 metros. O periódico faz mesmo uma manchete alusiva a uma "onda invisível". 

 

Se há surfista de ondas grandes na nossa vizinha Espanha, esse é definitivamente Axi Muniain, charger de 36 anos, que já teve algumas nomeações para o WSL Big Wave Awards e que na peça refere “bailar” desde 2008 nas ondas da Nazaré. 

 

“Dois dias depois, quando vi a notícia, telefonei a Hugo [Vau] e perguntei-lhe quando é que tinha surfado aquela onda. Disse-me que cinco minutos antes da minha que foi às 16:15. Ora, nessa altura eu já estava na água e muito honestamente não vi uma onda assim… Não sei que método usou”, começou por dizer o surfista basco, parecendo colocar em causa se Hugo terá apanhado mesmo a onda em questão. Axi Muniain não viu uma onda de 35 metros, mas isso não significa que ela não tivesse dado à costa.

 

As afirmações de Muniain na peça não são mansas e são verdadeiramente polémicas, levantam mesmo algumas questões, que a Surftotal até já mencionou, que se prendem precisamente com o facto das fotografias e filmagens em vídeo partilhadas até este momento não serem muito “limpas” ou esclarecedoras - e assim dificilmente se conseguirá um recorde mundial oficial. 

 

De qualquer forma, nunca, em ocasião alguma, se questionou a bravura ou a palavra de Hugo Vau e da sua equipa. Facto que o big wave rider basco, mesmo sendo um dos “camaradas” da arena Praia do Norte, não teve problemas em fazer.  

 

 

Axi Muniain, por seu turno, refere também ter apanhado uma das ondas gigantes nessa tarde de 17 de janeiro de 2018... embora realce que não existe um documento gráfico de qualidade que sirva de comprovativo. “Não sei exatamente quão grande era a onda, não existe uma ciência exata nem uma forma de calibrar. Quando uma onda passa de cinco, seis ou sete metros é simplesmente gigante. Eu sempre digo que uma onda que ganha o prémio XXL só pode ser em torno dos 20 metros”. 

 

O basco queixa-se, essencialmente, de não receber o devido crédito: “Não é agradável ler os títulos da imprensa de todo o mundo e comprovar que muitos vídeos e fotografias são nossos… sou eu que apareço!”

 

Por tudo isto, referiu ao dito jornal que se sente “dececionado”, que não espera “reconhecimento” e optou por não falar mais de uma polémica que perturba a filosofia do surf e o espírito de um desporto movido pelo companheirismo e a energia da natureza. 

 

Uma última crítica do basco vai para o tráfego das equipas na arena da Praia do Norte: “Vai ter que se estabelecer um protocolo, porque há ocasiões em que há muita gente a tentar apanhar a onda das suas vidas. Gente que cruza meio mundo para ter o seu minuto de glória, o que é válido, mas muitas vezes acabam a bloquear os restantes surfistas. Por exemplo, nós não conseguimos entrar na maior onda deste inverno porque se encontrava uma pessoa à nossa frente, que acabou por não apanhar!" 

 

A peça do jornal espanhol apresenta um título que não deixa margens para dúvidas ("Axi Muniain e a incredulidade de um recorde invisível") e outros subtítulos que são em tudo deselegantes (“Nos vídeos de Hugo aparece Axi”). 

 

El Confidencial termina por dizer que, neste mundo onde tudo é imediato, a Nazaré converteu-se no Everest do Surf - com a diferença de que aceder à conhecida montanha dos Himalaias é algo que está regulado. 

 

Artigo original neste LINK.

 

--

>> Aproveita e vê a medição da onda de Hugo Vau + As maiores ondas da temporada na Praia do Norte

Perfil em destaque

  • Rodrigo Chaves Rodrigo Chaves

    Conhece um dos jovens surfistas da região da Grande Lisboa… 

Scroll To Top