Conhece o top 10 dos que receberam mais em 2017. Conhece o top 10 dos que receberam mais em 2017. Foto: DR

Itens relacionados

terça, 02 janeiro 2018 15:53

Os 10 mais ricos do Universo Surf

Clica já e fica a conhecer os surfistas mais ricos do Planeta Terra… 

 

Todas as imagens de WSL - World Surf League. 

 

O ano passado já havíamos feito uma análise aos 10 surfistas mais ricos do planeta (ou que receberam mais na última temporada). Entre ordenados, patrocínios e prémios em eventos, há quem acumule, ao longo de uma única época, mais de 5 milhões de dólares americanos (+4 milhões de euros). A quantia é imponente, mas mesmo assim não chega para entrar no ranking dos 100 desportistas mais bem pagos. Aliás, estamos a anos-luz de o conseguirmos alcançar.

 

Ainda assim, é de conferir o top 10 da atualidade: 

 

10. CARISSA MOORE, 25 anos, Havai

Patrocinadores: Hurley, Red Bull, Subaru, Mayhem

A tricampeã mundial de surf, que casou recentemente, desceu uma posição no ranking dos que mais recebem. Trocou a Target pela Subaru na lista de sponsors em 2017 e, embora tenha terminado a temporada do WWT em 5.º lugar, ainda é um dos rostos femininos que mais recebe hoje em dia. Os seus ganhos em 2017 ascendem a 1 milhão de dólares, sendo que cerca de 194 mil provêm de prémios em campeonatos. 

 

 

9. KAI LENNY, 25 anos, Havai

Patrocinadores: Hurley, Tag. Naish, Red Bull

Chamam-lhe o novo Laird Hamilton e é claramente um homem dos sete ofícios. Um verdadeiro waterman que surfa todos os tipos de mares, de ondas… com qualquer tipo de prancha debaixo dos seus pés (até uma porta serve!). Neste momento em 1.º no ranking do Big Wave Tour, o mais provável é que se venha a tornar o novo campeão do circuito mundial de ondas grandes e aumente consideravelmente o seu valor de mercado. Nos ganhos combinados, o havaiano regista pouco mais de 1 milhão de dólares. Nova entrada no top 10

 

8. FILIPE TOLEDO, 22 anos, Brasil

Patrocinadores: Hurley, Oi, Jeep, Sharp Eye, Panasonic, Stance

Aos 22 anos Filipe Toledo volta a aparecer no top 10 e praticamente mantém a posição do ano passado (baixa um lugar), muito graças a um conjunto de patrocinadores não endémicos que fazem toda a diferença. Recebeu pouco mais de 1.6 milhões de dólares (303 mil são respeitantes a prémios em eventos) e está considerado um dos mais espetaculares no mundo do surf. 

 

 

7. STEPHANIE GILMORE, 29 anos, Austrália

Patrocinadores: Roxy, Nikon, Sanitarium, DHD Surfboards

A hexa campeã mundial de surf acabou o ano como vice-campeã, depois de ter registado três presenças em finais e duas vitórias em CT’s durante 2017. Se não é a melhor surfista do Mundo, olhem que parece. Aumentou a carga salarial e também os ganhos totais, de 1.4 para 1.7 milhões de dólares (242 mil dólares são relativos a prémios). Sobe uma posição na tabela e continua a ser a mais bem paga surfista feminina da atualidade.

 

 

6. KOLOHE ANDINO, 23 anos, Estados Unidos

Patrocinadores: Hurley, Red Bull, FCS, Mayhem, Oakley

Baixou uma posição relativamente às contas de 2016, mas, ainda assim, auferiu mais de 2 milhões de dólares (202 mil vindos de prémios em campeonatos). Uma quebra de 600 mil dólares relativamente à época anterior. É, sem sombra de dúvida, o surfista californiano mais mediático nos dias que correm. 

 

 

5. JULIAN WILSON, 30 anos, Austrália

Patrocinadores: Hurley, Red Bull, Sunbum, Mercedes, Oakley, JS Surfboards, FCS

O australiano subiu uma posição no ranking dos mais ricos e aumentou também os ganhos combinados nos últimos 12 meses, passando de 2.3 milhões de dólares para 2.4 milhões (sendo que 282 mil provêm de eventos). Uma vez mais esteve na luta pelo título mundial, mas acabou o ano em terceiro lugar e apenas com uma vitória - no Billabong Pro Tahiti. 

 

 

4. JORDY SMITH, 29 anos, África do Sul

Patrocinadores: O’Neill, Red Bull, Futures, Trace, Oakley, Vestal, Neff, Channel Islands, Corona, Jeep, Brand Black

O gigante sul-africano, que vive há uns anos em San Clemente, Califórnia, voltou a ver fugir o título mundial esta temporada. Uma vez mais! No entanto, continua a ser um dos mais mediáticos surfistas do globo e, como tal, voltou a garantir um rendimento bem chorudo, a roçar os 3 milhões de dólares americanos (total de 2.7m sendo que 284 mil são de prémios obtidos em provas do CT). 

 

 

3. MICK FANNING, 36 anos, Austrália

Patrocinadores: Rip Curl, Red Bull, Skull Candy, Dragon, Reef, FCS, Mercedes, Creatures, DHD

Não se sabe ao certo qual será o futuro de Mick Fanning no World Tour. No entanto, o australiano, 3x campeão mundial, continua a ser um dos mais bem pagos do mundo do surf, mesmo após uma época muito apagada (ficou em 12.º lugar no ranking). Depois de ter registado 2.8 milhões de dólares em 2016, MF apresentou o ano passado ganhos mistos superiores a 3 milhões de USD (sendo que 150 mil provêm de prize-moneys). 

 

2. GABRIEL MEDINA, 25 anos, Brasil

Patrocinadores: Rip Curl, FCS, Oi, Coppertone, Pukas Surfboards, Guaraná, Audi

Nos lugares da frente nada de novo. Com exceção que Gabriel Medina baixou de um rendimento de 5.5m para pouco mais de 4 milhões de dólares americanos (sendo que 374 mil são de prémios em eventos). Ainda assim, números impressionantes para o universo surf e para o campeão mundial de 2014. Gabriel Medina é, seguramente, um dos jovens surfistas que goza de maior notoriedade, batendo até, nas redes sociais, os números de Kelly Slater por mais do dobro. 

 

 

1. JOHN JOHN FLORENCE, 25 anos

Patrocinadores: Hurley, Stance, Futures, Nixon, Pyzel Surfboards

O havaiano tremeu (ligeiramente), mas em casa, mesmo com alguma polémica à mistura, selou o segundo título mundial da carreira. Não foram favas contadas, mas John John parece ser sempre aquele que mais se diverte e se encontra à-vontade na água. Volta a ser o mais bem pago surfista do Planeta Terra, mesmo sabendo que houve uma quebra de 6.1m para 5.6 milhões de USD - sendo que 322 mil são referentes a prémios de eventos. 

  

 

Aproveita e vê aqui quem recebeu mais prize-money no World Tour 2017. 

 

--

Fonte: Stab Magazine

 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top