Australiano Wade Carmichael foi uma das boas surpresas do QS 2017. Australiano Wade Carmichael foi uma das boas surpresas do QS 2017. Foto: Poullenot/WSL

Itens relacionados

segunda, 05 fevereiro 2018 15:44

Rookies no CT2018: Wade Carmichael

Um a um, conhece os estreantes do World Tour 2018… 

 

A reta final do Circuito Mundial de Qualificação (WQS) da World Surf League foi uma árdua batalha entre mais de quarenta surfistas. O australiano Wade Carmichael, juntamente a outros sete surfistas, foi um dos que assegurou a qualificação à elite, indo competir assim no CT2018 sob o estatuto de “rookie” (estreante). Conhece agora o seu trajeto. 

 

Wade Carmichel veste na perfeição a expressão “the dark horse”. Quando menos se espera, aí está ele a causar estragos num campeonato, a conseguir furar a concorrência, a selar grandes resultados e a deitar por terra o sonho dos seus adversários. 

 

Este surfista australiano, natural de Gosford, na Costa Central da Austrália, de 26 anos, não é o mais popular que já nos foi dado a observar, muito menos o mais mediático, mas foi um dos nomes apontados pela surf media nos últimos anos com potencial para figurar entre a elite. 

 

 

No entanto, embora em 2016 tenha ficado em 75.º lugar e a precisar de passar mais alguns heats, foi em 2015 que conseguiu o melhor resultado na Qualifying Series - 16.º no ranking final, mas ainda assim à porta da qualificação. O ano passado, finalmente, terminou a temporada em 4.º na WQS e entrou, justamente e merecidamente, no World Tour. 

 

O surf de Wade não é daqueles que enche o olho à primeira vista, dificilmente será, por exemplo, o Rookie do Ano, mas é consistente e por vezes minucioso bem capaz de preencher todos os cantos de uma onda, e tem, definitivamente, um backside bem poderoso capaz de fazer estragos e assegurar a manutenção, mesmo sabendo que a concorrência é feroz e talentosa. 

 

 

 

Ainda assim, atenção a Bells Beach e Jeffreys Bay, onde o regular footer tem grandes paredes pela frente e deverá aproveitar para mostrar os principais atributos do seu surf que, aliás, muitos referem dar "ares a surfistas da antiga". 

 

Os seus melhores resultados esta última temporada foram um 5.º lugar no Ballito Pro (QS10,000), 5.º lugar no Azores Airlines Pro (QS6,000), 9.º lugar no EDP Billabong Pro Cascais (QS10,000), 2.º lugar no HIC Pro (QS3,000) e 3.º lugar no Vans World Cup of Surfing (QS10,000). 

 

Vê aqui o perfil de Yago Dora & Griffin Colapinto

 

Perfil em destaque

  • Oscar Cauchi Oscar Cauchi

    Jovem surfista belga a viver na cidade do Porto… 

Scroll To Top