Um autêntico torpedo oceânico surfado por Benjamin Sanchis. Um autêntico torpedo oceânico surfado por Benjamin Sanchis. Foto: Ricardo Estevão

Itens relacionados

terça, 30 janeiro 2018 18:24

Quem terá surfado a maior onda na Praia do Norte?

Ponto da situação das ondas surfadas pelo Canhão até ao momento… 

 

O swell monstruoso que atingiu a costa portuguesa nos passados dias 17 e 18 de janeiro parece ser, para já, o que revelou as maiores ondas da temporada de inverno pelo Canhão da Nazaré. Com origem numa tempestade gerada no Atlântico Norte, esses dois dias compilaram as maiores ondas do ano e, quem sabe, o recorde da maior surfada até hoje. Diz-se por aí, por exemplo, que desde 2014 que não se viam ondas tão grandes a serem surfadas na PN. 

 

Com isso em mente, tendo perfeita noção de que entre quarta e quinta-feira de janeiro, dois dias absolutamente inesquecíveis para o mundo das ondas grandes, rolaram ondas de 80 pés (25 metros) ou até maiores, a Surftotal aproveitou para fazer um apanhado, ponto da situação e analisar quem, na verdade, terá descido a maior onda da temporada na Praia do Norte. 

 

É certo e sabido que nos últimos meses a Nazaré captou a atenção e concentrou muitos valores do surf mundial, como Benjamin Sanchis, Ross Clarke-Jones, Axi Muniain, Sebastian Steudtner, Maya Gabeira, Hugo Vau, Alex Botelho, Marcelo Luna, Andrey Karr, João Guedes e Roland Pierre, entre muitos outros. 

 

No entanto, fica a questão: Quem dropou mesmo a maior onda? 

 

 

Tendo como base a marca conseguida por Garrett McNamara (vídeo em cima), que a 1 de novembro de 2011 estabeleu oficialmente o recorde em 23,78 metros (78 pés), optámos por distinguir apenas seis das várias centenas de ondas corridas este inverno na Nazaré. Este é um bom exercício de comparação. ACOMPANHA-NOS! 

 

Ross Clarke-Jones, 18 de janeiro de 2018

As ondas geradas pelo Canhão da Nazaré neste dia foram um autêntico espetáculo da natureza, com performances de tirar o fôlego. O australiano Ross Clarke-Jones apanhou uma das bombas do dia e da temporada. 

 

Benjamin Sanchis, 18 de janeiro de 2018

Vários surfistas desafiaram a força do Oceano neste dia, mas foi o gaulês Benjamin Sanchez quem acabou por descer a rainha do dia. As imagens são bem elucidativas do quão histórica foi esta jornada pela Praia do Norte. 

 

Hugo Vau, 17 de janeiro de 2018

A forte intensidade do vento não permitiu as condições ideais para a prática de surf na quarta-feira, 17 de janeiro. Mesmo assim Hugo Vau e a sua equipa entraram na água, ao final da tarde, dispostos e focados em quebrar fronteiras e fazer história. As imagens, devido ao contraluz, levantam muitas dúvidas… mas várias testemunhas referem que o recorde foi efetivamente batido. Diz-se que esta onda de Vau teria cerca de 35 metros (+100 pés). 

 

Rodrigo Koxa, 8 de novembro de 2017

A onda do brasileiro é realmente uma bomba que faz a diferença. A mesmo foi medida vezes sem conta (ver aqui) e, embora pareça ter 85-90 pés (25 a 27 metros), por si só suficiente para bater o recorde, as minuciosas medições acabam por superar as expetativas, revelando que tem mais de 30 metros. Ora bem, caso isto se confirme, temos novo recorde mundial à vista. 

 

Sebastian Steudtner, 8 de novembro de 2017

O alemão Sebastian Steudtner é um dos mais atirados e experientes riders no Canhão da Nazaré. Como seria de esperar não falhou o swell de 8 de novembro, precisamente aquele em que Koxa eventualmente terá agarrado a onda que terá batido o recorde. Comparando as duas, a onda do brasileiro parece maior, logo o germânico está fora da corrida. 

 

Axi Muniain, 18 de janeiro de 2018

Okay. Calma. Esta não é a maior onda que já vimos na Praia do Norte, mas é uma autêntica bomba. E, além disso, a filmagem de drone ajuda-nos a compreender o balanço (kick) da vaga, a velocidade com que o charger basco viaja e a dificuldade em surfar. Também nos mostra que, após a ação, o factor segurança é essencial e importantíssimo. Um bom resgate deixa todos no outside mais tranquilos. 

 

Na conclusão final vale realçar que todas as ondas aqui evidenciadas deram entrada nos WSL Big Wave Awards, categoria "Ride of the Year”. No comparativo que levámos a cabo parece-nos que as ondas de Rodrigo Koxa e Benjamin Sanchis são efetivamente as maiores. A onda de Hugo Vau parece enorme, mas a luz deficiente não deixa esclarecer por completo a corrida do português. Ainda assim, temos dúvidas, muitas dúvidas. 

 

Que nos dizem vocês, leitores? 

De quem foi a maior onda esta temporada na Praia do Norte?

 

P.S.: Comentários são bem-vindos na caixa de comentários (em baixo). Obrigado. 

Perfil em destaque

  • Oscar Cauchi Oscar Cauchi

    Jovem surfista belga a viver na cidade do Porto… 

Scroll To Top